sábado, 22 de dezembro de 2007

O Ano e a Onda...

Um ano não termina no dia trinta e um de dezembro, nem começa em primeiro de janeiro. Os anos são como as ondas do mar, que quebram na areia sem interrupção, sem a gente saber quando termina uma e começa outra...

Algumas são altas e ameaçadoras, outras são gentis e refrescantes, mas todas são mensageiras do mesmo imenso Mar; jamais cessarão, nunca deixarão de vir acariciar a praia.

Que esta passagem de ano seja uma nova onda que vem, suave porém poderosa, trazendo o grito de alegria das gaivotas e o perfume salgado dos lugares distantes. E que, mesmo que desmanche alguns dos nossos castelos de areia, ela nos leve a novas praias e a mergulhos mais profundos nos mistérios insondáveis do Mar.

A gente se vê em 2008, numa praia qualquer...

4 comentários:

Eru disse...

O que seriam as datas senão convenções, fruto da necessidade humana de destrinchar o mundo e torná-lo racionalizável? :)

Bjs e bom final de ano pra ti também.

Eru.

Leo Matheus disse...

Linda mensagem! Adorei!

Bom final de ano para você e sua família, beijos!

Thoronthil

Li disse...

Que lindo o texto, Shelob!!!

Bom final de ano (e sempre com a promessa de que vou tentar aparecer mais... quem sabe dessa vez eu consigo? rs..)!!

Beijos,
Artanis Núrahen

Regina disse...

Essa é minha mãe =DDDDDDD!!!!!!!!